Como lidar com o alto preço da carne

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Desde o final de 2021, o consumidor brasileiro tem lidado com a alta do preço da carne, que aumentou em média 10% em todo o ano de 2021 de acordo com o IBGE.

No universo dos donos de restaurantes e de negócios que tem a carne (principalmente vermelha) como insumo essencial, esse aumento impactou de forma consiste os negócios.

Mas como enfrentar um aumentou significativo em tão pouco tempo?

Empresários do ramo de restaurantes e foodservice tem que fazer malabarismo para lidar com a diferença de custo dos seus pratos.

A criatividade virou requisito básico para donos de negócios que no pós pandemia ainda estão buscando uma recuperação plena, e é também a criatividade que pode salvar o lucro de um restaurante em tempos de inflação alta.

Se você ainda não consegui se encaixar com o reajuste de preços dos insumos, principalmente da carne vermelha, separamos algumas dicas que podem ampliar seu repertório de soluções.

Utilizar outros tipos de carne

Revisar seu cardápio e entender onde podem ser feitas alterações. Substituir a carne vermelha por carne de porco ou até mesmo frango, pode baratear seu custo. Mas lembre-se de dosar as mudanças e testar com seus clientes antes de tomar uma decisão definitiva que possa comprometer seu público.

Proteína vegetal

Aproveitando o crescimento da procura por alimentação plant based, esse pode ser um bom momento para implementar pratos que tragam a proteína vegetal como estrela principal.

Renegociar com fornecedores

Procure seus fornecedores e tente renegociar o preço. Mesmo que o desconto seja pequeno, se você costuma comprar em grande quantidade esse valor fará diferença na sua margem de lucro e fechamento de caixa.

Diminuir as porções

Criar uma nova opção de hamburguer com um bife menor, por exemplo, pode gerar uma receita nova a partir de um produto existente. Essa é uma medida que tende à agradar seu cliente, já que ele consegue entender claramente o que causa a diferença de valor entre um prato e outro.

Seja transparente com seu público e evite ao máximo aumentar o valor dos seus pratos.

Fidelize seus clientes e mantenha seu controle de estoque em dia para evitar ao máximo desperdícios.

O sistema OPDV te ajuda a manter seu estoque controlado, criar programas de fidelidade e alimentar a ficha técnica de cada um dos seus pratos, permitindo que você tenha conhecimento de cada ingrediente e custo.

Outras postagens